MATÉRIA NO PORTAL PLÁSTICA E BELEZA

MATÉRIA NO PORTAL PLÁSTICA E BELEZA

Varizes: fim das dúvidas! Publicado por Cibele Carbone em 31 de agosto de 2016 Categorias Salto alto, depilação com cera quente, musculação… Confira abaixo se alguns hábitos do nosso dia a dia podem ou não influenciar no aparecimento das varizes Por Malu Bonetto Entre os três principais fatores de risco para o desenvolvimento das varizes – veias dilatadas e tortuosas que perderam sua função causando danos estéticos e danos circulatórios – estão a genética, a idade e o sexo. “Enquanto o fator genético é preponderante, o envelhecimento é um agravante. Sem contar que, as mulheres são mais propensas ao desenvolvimento das varizes, por influência hormonal, já que têm as veias mais flácidas que os homens”, explica a cirurgiã vascular e angiologista Aline Lamaita, médica do corpo clínico do Hospital Albert Einstein. Também é preciso levar em conta alguns hábitos que podem agravar a situação como a gravidez, a obesidade e ficar muito tempo em pé ou sentado com as pernas cruzadas ou curvadas, isto porque podem comprometer a circulação. “As varizes do sistema venoso externo podem doer, arder, dar sensação de peso às pernas e tornozelos, coçar, incomodar esteticamente e, dependendo do grau, levar a úlceras varicosas”, comenta. Não existe prevenção absoluta, mas há algumas medidas para retardar o seu aparecimento ou melhorar a circulação sanguínea. Salto alto provoca varizes? Não existe consenso em literatura científica que o uso de salto alto a longo prazo possa causar varizes. Mas devemos levar em conta que alguns trabalhos sugerem que existe, sim, um prejuízo no retorno venoso com o uso do salto. Também devemos levar em consideração que seu uso contínuo causa...
TECNOLOGIA NO CONSULTÓRIO DE FLEBOESTÉTICA – PRECISAMOS DISSO TUDO ?

TECNOLOGIA NO CONSULTÓRIO DE FLEBOESTÉTICA – PRECISAMOS DISSO TUDO ?

Já foi o tempo em que um bom vascular , munido de seu carimbo , boa vontade e uma caneta conseguiria dar um atendimento adequado a seu paciente . A Cirurgia Vascular se modernizou , se equipou , e o universo da Fleboestética não ficou pra trás . Nos últimos anos tivemos várias novidades que revolucionaram toda a abordagem relacionada ao diagnóstico e tratamento de varizes. Logo na primeira avaliação , no exame físico , tivemos o desenvolvimento de equipamentos de Realidade Aumentada ou de  transiluminação que permitem uma visualização muito mais adequada das varizes , permitindo a identificação de veias nutrícias antes não percebidas , que eram frequente causa de recidivas ou cirurgias mal sucedidas.       Depois de um exame físico minucioso o paciente será submetido a um exame de Doppler Venoso , exame não invasivo , indolor , que vai avaliar todo o funcionamento das veias , mostrando as veias safenas , o sistema profundo , antecedente de tromboses ou tromboflebites , veias nutrícias , enfim , vai traçar um mapa vascular que será o guia que o médico vai utilizar para decidir o melhor tratamento . E qualquer médico pode fazer o exame de Doppler ? Qualquer Cirurgião Vascular ou Radiologista habilitado e treinado pode realizar esse exame , porém existe uma tendência atual que eu classifico como essencial para o sucesso do tratamento que é : O MÉDICO QUE REALIZARÁ SEU TRATAMENTO DEVE FAZER SEU PRÓPRIO EXAME . Existem particularidades no exame físico que apenas o cirurgião vascular que está atendendo pode identificar . Não é infrequente que ao examinar uma área com vasinhos , de...
OS HOMENS TAMBÉM TEM VARIZES ?

OS HOMENS TAMBÉM TEM VARIZES ?

Varizes são veias dilatadas e tortuosas que perderam sua função causando danos estéticos e danos circulatórios , sendo causa de dor , inchaço , câimbras , manchas nas pernas e comprometimento estético. Trabalhos mostram que 30% dos homens vão desenvolver varizes ao longo da vida . QUAL A DIFERENÇA DAS VARIZES FEMININAS ? Primeiro , apesar de também ter como sua principal causa a hereditariedade , a prevalência de varizes em homens é cerca de 15 % mais baixa do que no sexo feminino , mas em contra partida as varizes masculinas costumam ser bem mais calibrosas . Apesar de ter varizes mais grossas , o homem não está sujeito a ação dos hormônios femininos , tem musculatura da panturrilha bem mais desenvolvida , e talvez por isso , em geral tem bem menos sintomas do que as mulheres . Se somarmos tudo isso a falta de incômodo na parte estética , afinal os pêlos masculinos disfarçam muito os casos mais iniciais da doença , é muito comum que os homens porterguem a procura de um tratamento , o que acaba aumentando bastante o porte da cirurgia a que será submetido . Feito o diagnóstico , a cirurgia em si tem as mesmas indicações e técnicas realizadas para o sexo feminino . Mais detalhes das opções de cirurgia de safena você pode ler AQUI . E HOMEM FAZ APLICAÇÃO DE VASINHOS ? Já foi o tempo em que os consultórios vasculares eram preenchidos apenas por mulheres . De dez anos pra cá , existe um aumento significativo da procura do sexo masculino por tratamentos estéticos . Peeling , laser facial , depilação a...
MICROCIRURGIA DE VARIZES , QUANDO FAZER ?

MICROCIRURGIA DE VARIZES , QUANDO FAZER ?

Existem 3 tipos básicos de varizes que devemos tratar : Veias reticulares : Veias varicosas superficiais , geralmente não causam  prejuízo a circulação em si . Apenas de conotação estética . Veias nutrícias : Veias varicosas ou normais mas que estão em íntima ligação com os famosos vasinhos ( telangiectasias ) . Elas por si só não são o problema mas não conseguimos um resultado estético adequado dos vasinhos sem que essas veias sejam tratadas também, é como se elas alimentassem os vasinhos . Veias tronculares : Veias geralmente mais calibrosas e que estão intimamente relacionadas com veias internas ( safenas ou perfurantes ) , essas sim podendo causar algum dano a circulação , devendo ser tratadas por questões de saúde  . Nesse caso não é infrequente a associação com insuficiência de safena . Como tratar essas veias ? Os dois primeiros tipos permitem uma gama maior de tratamentos , podendo ser usada escleroterapia convencional , escleroterapia com espuma densa , laser associado a escleroterapia  ( leia detalhes em  COMO TRATAR MEUS VASINHOS ) ou microcirurgia  .  Vários fatores ajudarão o médico a escolher o melhor método : O calibre da veia O tom de pele da paciente localização da veia na perna Se a veia está mais profunda ou superficial na pele O terceiro tipo , as veias tronculares são de tratamento cirúrgico , nesse caso está indicada uma microcirurgia . Caso exista insuficiência de safena associada será necessário um procedimento maior associado a microcirurgia . ( leia mais em LASER , RADIOFREQUÊNCIA , ESPUMA OU CIRURGIA CONVENCIONAL ? )  ) Como a microcirurgia  é feita ? Pode ser realizada com anestesia local ou intradural dependendo da quantidade de veias que serão tratadas . São...