Quantas vezes já não ouvi a frase : Nossa , isso tem tratamento ? Pode fazer ?

Uma grande parcela da população tem vasinhos no rosto, em asa do nariz , ao redor do lábio , muitas vezes em região periorbitária causando aquela sensação escurecida ( a famosa olheira )  ou nas têmporas e testa ( aquela veia saltada ) que dá uma sensação de envelhecimento .

Como uma grande parcela das pessoas não sabe que existe tratamento estético para esse tipo de lesão , passam a vida com esse incômodo sem saber que a solução simples está a um passo.

Existem motivos para se desenvolver teleangiectasias e veias  de face , e vou listar alguns:

  •  Predisposição individual. Os vasinhos podem aparecer por tendência individual, e em qualquer idade . Mesmo crianças podem ter teleangiectasias na pele.
  • Envelhecimento. A predisposição ao aparecimento desses vasinhos aumenta com a idade.
  • Exposição ao sol.  Que vão aparecer principalmente na face, pescoço e colo.
  • Gravidez. O aparecimento dos vasinhos na gravidez acontece por mudanças hormonais. Podem desaparecer (ou não) após o parto.
  • Uso de cremes à base de corticóide.
  • Rosácea. Conforme a rosácea evolui, aparecem pequenos vasos dilatados na face.
  • Excesso de peelings químicos

Mas como tratá-los?

LASER ND YAG 1064 E LUZ PULSADA

A luz pulsada é capaz de tratar a grande maioria dos vasinhos de face , e é ideal pacientes com roséola , associado a tratamento dermatológico adequado . Mas o Laser Nd Yag 1064 é o que existe de mais específico para tratamento de lesões vasculares apresentando maior efetividade no tratamento .

Alguns cuidados são necessários antes e depois do procedimento, como não aplicar cremes ou maquiagem no rosto no dia ( para evitar interação com laser e evitar queimaduras ), evitar a exposição ao sol durante cerca de uma semana, usar protetor solar com fator 50 ou 60 e, em casos raros , especialmente para peles mais sensíveis, pomadas à base de corticóide.

É natural que, depois de algum tempo, os vasinhos voltem a aparecer pois sua origem básica envolve fatores genéticos e hormonais, que não são modificados com o tratamento. O procedimento pode ser repetido quantas vezes for necessárias, sem limite.

 

Esse tratamento dói ?

Existe alguma dor sim, como qualquer outro que envolva uso de laser, aplicação de ácidos, peelings, injeções, etc. Porém, minimizamos ao máximo essa dor usando aparelhos resfriadores de pele.

O número de sessões necessárias geralmente depende do tipo de lesão a ser tratada ,podendo variar de 1 a 5 sessões em média .

Mas o importante é que a solução existe , com bons resultados e segurança .