Hoje em dia temos tantas opções de tratamento para as famosas varizes que fica até confuso para o paciente decidir junto ao seu médico qual seria a melhor escolha . Resolvi então escrever um post explicando de forma um pouco mais detalhada cada médodo com suas vantagens e desvantagens .

Nesse post estou me referindo basicamente ao tratamento da veia safena ( magna ou parva ) e veias mais internas , se quiser mais informações sobre vasinhos e varizes superficiais  clique no post COMO TRATAR MEUS VASINHOS   ou no post MICROCIRURGIA PARA VARIZES .

 

CIRURGIA CONVENCIONAL

Como é feita : É feito um corte pequeno ( 0,5  cm ) no tornozelo e outro em torno de 2-3 cm na virilha . Pelo corte do tornozelo é introduzido um aparelho que se chama fleboextrator, que vai correr pela safena e ser exteriorizado pela virilha . Depois esse aparelho é arrancado trazendo a veia junto .

Vantagens : Ainda é o método mais realizado no Brasil , consagrado , com bons resultados .

Desvantagens : Como a veia é arrancada , geralmente temos uma área maior de hematomas e consequentemente mais dor pós operatória .O tempo de recuperação costuma ser em torno de 15 dias .

ENDOLASER E RADIOFREQUÊNCIA

ESQUEMALASER

Como é feita : É feita sem cortes , a veia safena é puncionada e uma fibra é colocada através de um introdutor dentro da safena.A ponta da fibra é  posicionada na virilha ( GUIADA POR ULTRASSON ) . A outra extremidade da fibra é então conectada a um aparelho de laser ou radiofrequência que vai liberar uma energia que vai queimar a veia . A fibra então é retirada lentamente enquanto a veia  vai sendo cauterizada em todo o segmento a ser tratado . O interessante é que a veia não é retirada , ela vai ser queimada e se transformar em um cordão fibroso ( uma cicatriz ) não participando mais da circulação das pernas .

Vantagens : Recuperação mais rápida , menos hematomas , sem cortes . De 4-6 dias para retorno as atividades .

Desvantagens : A maioria dos convênios ainda não prevê cobertura .

 

 

ESPUMA DENSAFoto 27-03-15 16 40 28 (1)

Como é feita : A espuma densa é uma mistura de ar ambiente com um produto chamado polidocanol .Feito com 2 seringas e uma torneirinha de rosca , esse produto é então aplicado na veia a ser tratada , sempre guiado por ultrasson para acompanhar a progressão do produto .Conforme a espuma entra em contato com a parede do vaso ela vai criar um processo inflamatório intenso  que vai cicatrizar a veia que se tornará um cordão fibroso e desconectará essa veia da circulação .

Vantagens : É um procedimento simples , apenas uma injeção . Sem necessidade de internação hospitalar .

Desvantagens : Como o processo inflamatório é intenso , existe um risco alto de manchas . O processo de cicatrização pode ser bastante incômodo em alguns casos pois fica um cordão inflamatório na perna durante um tempo . Existe risco mais raro de trombose venosa profunda e embolia pulmonar .